Namorando a mulher

Sou gay??

2020.11.30 03:50 Alucarddra Sou gay??

Tenho 19 anos e nunca sentir vontade de fuder outro homem, sou louco por bct, amo chupar uma bct, amo dms uma mulher de quatro para mim. Vendo aquela raba.. me deixa doente dms, 100% boila. Só q que uma coisa me ocorreu... Eu tava numa festa e fiquei super bêbado nisso eu acabei indo pra cama com outro homem.
Faz 3 meses que isso aconteceu e acabei namorando secretamente esse cara. Não sei pq fico tão excitado quando estou perto dele, quando ele tá próximo de mim meu coração acelera e eu me sinto em paz, como se tivesse encontrado meu cantinho... Sinto uma grande vontade de proteger ele e cuida. Tô muito confuso com minha sexualidade já que n sinto vontade nenhuma de ficar com outro homem, só de pensar me dá vontade de vomitar, eu sinto repulsa por pau, pelo corpo masculino em si. Já tentei ver porn gay mas me broxa na hora.
Não acho que seja pansexual justamente por n csg me sentir atraído por Homens, outros Homens no caso, só csg ficar de pau duro pra ele. Pensar em transar com outro macho me dá aversão. Não acho que seja pan n me apaixonei por ele independente do seu gênero... Vey é tão difícil pq n tô exagerando quando digo que sinto vontade de vomitar só de imaginar meu corpo com o de outro macho.
Oq eu sou??? Eu sou gay? BI? Como posso ser bi se n "me sinto atraído por outros caras...
submitted by Alucarddra to sexualidade [link] [comments]


2020.11.29 23:50 Maeve555 Quando vou superar isso?

Esse ano me descobri bissexual, e no início foi muito difícil de aceitar isso, me reprimi várias vezes. Mas com o tempo eu fui me aceitando e agora imagino coisas que não imaginava fazer com mulheres, tipo beijar, namorar ou transar com mulheres. Apesar de ter sentido atrações por umas garotas na minha vida (na época não sabia que sentimentos eram esses pelas garotas), e até de imaginar beijando e namorando uma garota, eu ainda me sinto presa, não consigo beijar uma garota, sempre que vejo uma menina que conheço, que é muito linda por sinal kkkkkk, a gente combina de se beijar, mas quando chega na hora , eu me sinto estranha e fico com vontade de fugir pra não beijar ela. Não sei por que estou com esse medo todo de beijar uma garota, não sei se é pq estou com medo de não gostar e acabar entrando naquela crise de "aaah meu deus esse tempo todo estava me enganando que era Bissexual" ou pq talvez eu seja demissexual (não sei se tá certo). Ah e eu estou com muita vontade de experimentar beijar ela, só chega na hora eu fico muito sem graça kkkkkk.
submitted by Maeve555 to arco_iris [link] [comments]


2020.11.26 19:08 rainbow-jam Eu não consigo ignorar o fato do meu namorado ter tido outras parceiras

Tenho 19 anos e estou namorando pela primeira vez. Foi com ele que eu dei meu primeiro beijo e perdi a virgindade. O fato é que ele já teve outras namoradas e já ficou com várias meninas, meu namorado tem muito mais experiência de vida do que eu.
Eu sinto alguma coisa quando penso que ele já teve outras garotas na vida dele: insegurança, ciúmes, não sei. Ele diz que eu sou a mulher da vida dele, que quer sim casar comigo e vê um futuro assim do meu lado. Eu acredito nele. Nós combinamos demais.
Me pego pensando sobre ele ter transado com outras meninas, beijado, abraçado. É um pensamento meio possessivo e às vezes eu me sinto meio imatura por conta disso. Afinal, é o meu primeiro e único relacionamento amoroso. Chego a ter crises de choro, mas nunca contei isso pra ele por receio dele achar algo muito ruim.
Acho que com o tempo esse lado meu vai começar a aceitar mais esse fato, mas por enquanto dói um pouquinho. O que eu poderia fazer pra tirar isso da minha cabeça?
submitted by rainbow-jam to desabafos [link] [comments]


2020.11.23 15:53 adrianxpgay17 Mano sério eu não Aguento mais ver Gados (desabafo sobre os gados)

Oi para você que não me conhece eu sou um homem que tem Testículos, agora eu eu me apresentei vamos falar sobre Gados.
Quando eu era pequeno eu sempre me perguntava oque era "Gados" era Raro ver gados antigamente mais com a chegada das Redes sociais eu me deparei com algo que me marcou de verdade vi vários gados saindo mais tinha algo de diferente quem tocava o berrante era uma... MULHER.
Parando de historinha, cara que desgraça é essa eu tô dboa no discord Twitter e eu mau começo a ler oque as pessoas falam e já tem um
GALERA GALERA É SÉRIO EU E A ANA ESTAMOS NAMORANDO FINALMENTE EU CONSEGUI
Ou eu abro a porra do discord e tem em qualquer grupo mesmo
WEBNAMORO 9 CALL TUDO CHEIA E CHAT TAMBÉM
até aí tudo bem, até você começar a se deparar que seus amigos são gados e também todos ao seu redor também... Meu amigo quando eu descobri isso eu olhei para o meu pau e disse
mano eu não aguento mais, se for para fazer essa espécie chamada ser humano evoluir eu prefiro morrer, e também mais uma das minhas motivações é que o único animal que criou Tik tok e Boku no pico.
Cara sério toda porra de hora eu entro no discord pra conversar porque eu gosto de conversar com as pessoas meu amigo diz: Então mano sabe eu tenho que sair rapidão, e no outro dia o cara te manda no mesmo horário que você falou com o desgraçado a printe de ele gadando uma mina.
Pela primeira vez na vida eu me senti traído pois meus amigos aqueles filhos da puta só sabia falar de mulher puta que pariu, os cara nem com 17 anos não sabiam segurar a porra da Fimose deles,
Eu sei que eu tô falando do discord mais até no twitter os cara que eu jogo quando eu chamo eles pra dar uma jogada na dm do twitter os cara fala. Depois mano tô falando com uma mina. Mano eu não aguento mais.
Agora você sabe da minha vida com meus "amigos" Já que já sabe disso vamos falar sobre a minha vida em um chat geral Otaku
PUTA QUE PARIU MEU PARCEIRO, os chat geral quando não tem gado é uma felicidade mais quando tem um cara que é gado e você zoa uma mina, Maluco começa um Ace Attorney na porra do chat geral o cara começa a querer te matar, tem hora que o cara tenta arrumar um motivo pra te banir mesmo e tu tem que argumentar com o adm que e apresentar provas que você não é um Estrupador
Enfim se você leu até aqui parabéns Ismael marcos você não tem nada oque fazer. Isso foi só um desabafo e não se misture com gados você pode ser manipulado.
submitted by adrianxpgay17 to HUEstation [link] [comments]


2020.11.19 01:01 casual_rutra Vou transar com minha ficante a primeira vez amanhã e preciso de dicas. (AJUDA/DICAS)

Então gente, seguinte: amanha vou na casa da menina que eu to quase namorando (Eu sou homem e ela mulher, nós dois 20 anos). Tipo, o que rola, to um pouco inseguro porque nós só nos beijamos e demos uns amassos mais quentes mas nunca rolou nd além disso tipo oral e masturbação. Só ficamos nos beijos. Só que os pais delas viajaram e vão ficar uns 4 dias fora e ela me chamou pra ir lá.
Minha situação: Não sou virgem, mas faz muito tempo que tive relações sexuais e nunca fiz oral em nenhuma mulher. Quero dar o máximo de prazer pra ela, porém não sei como fazer um bom oral e também estou um pouco inseguro porque ela é mais experiente que eu e sei lá, quero fazer bem mesmo que seja a primeira vez etc. E nós estaremos sozinho. DIcas? Quero ficar bem com ela e dar o máximo de prazer pra ela. Sou bem inexperiente em relação a sexo.
submitted by casual_rutra to sexualidade [link] [comments]


2020.11.18 19:25 elsyn007 Acho que minha namorada está me traindo

Namoro e quase 3 anos e estamos morando junto atualmente, esses dias minha namorada deixou a senha do google dela aberto no meu pc e fui ver umas fotos delas no google fotos. Achei umas selfies de alguns caras, de 1 a 2 anos atrás nós já estávamos namorando. Não achei nenhuma foto comprometedora, apenas essas selfies. Tem uma que o cara tá até sem camisa bebendo cerveja! To pensando em mostrar pra ela e perguntar o que é! Achei estranho, to desconfiado. Por que minha namorada teria fotos de outros caras na nuvem do google mesmo enquanto estamos juntos? Eu não tenho todo de nenhuma mulher. To desconfiado e vou mostrar tudo pra ela! Acho que fui traído, pensando em terminar.
submitted by elsyn007 to desabafos [link] [comments]


2020.11.14 07:34 fearaujo7 HOJE É MEU ANIVERSÁRIO

Hoje é meu aniversário, mas não consigo comemorar. Meu cachorro morreu faz pouco tempo, e apesar de eu saber que fiz de tudo por ele, tudo mesmo, ainda sinto que não foi o suficiente. Isso tem pesado bastante na minha vida, desde que ele se foi não consigo dormir, fico triste e quieto a maior parte do tempo, e quase não consigo aproveitar nada nos dias. Praticamente fico o dia deitado. Meu estágio acaba agora em dezembro e aos 30 eu não sei como vai ser daqui pra frente, se vou arrumar um emprego bom, se vou ter como pagar minhas contas. Minha cabeça não para. Eu tô namorando uma mulher muito foda, mas sempre sinto que não tô correspondendo ou que não tô sendo bom o suficiente. Ela me apoia, me ajuda em várias coisas, tá sempre tentando me colocar pra cima, mas tem algo que sempre me puxa pra baixo. Eu não consigo ver meu pai como uma pessoa boa, ou ter o mínimo de afeto por ele, esses dias ele me chamou de burro e babaca por um erro que ele cometeu, nós discutimos e eu até pensei em sair de vez, mas não saio pela minha mãe. Ele já bateu nela uma vez quando eu era mais novo, talvez isso seja um dos motivos pelo qual eu não consigo mais ter afeto por ele. Estou com 30 e não tenho muitos amigos, nem sei se tenho ânimo pra comemorar algo hoje. Minha mãe sustenta a casa praticamente sozinha agora, já que meu pai está desempregado há uns 3 anos e meu contrato do estágio acabou. Ela até quis me dar algo de presente, mas falei que não preciso e que também não quero festa. Gastar dinheiro agora só vai piorar as coisas. Enfim, estou um pouco triste e não sei bem a razão, só queria desabafar mesmo.
submitted by fearaujo7 to desabafos [link] [comments]


2020.11.12 18:03 SweetReference_ Fetiche com esperma tem nome?

Existe algum nome para esse fetiche? É algo normal ou muito diferente? O que homens acham de mulheres que tem isso?
Eu (21,F) não paro de pensar sobre isso apesar de só ter bebido o sêmen de um homem e foi escondido porque eu tinha vergonha.
Uma vez eu pedi para o meu ex me mandar foto do sêmen dele foda vez que ele gozasse e ele fez isso umas duas vezes e depois disse que achava muito estranho e parou... Pior seria se ele soubesse que o que eu queria mesmo era que ele guardasse pra mim...
Eu gosto de ficar lendo relatos de NoFAP porque me excita imaginar os rapazes gozando várias vezes por dia a ponto de precisar de ajuda... Mas acho que quem precisa de ajuda sou eu...
Eu já ouvi falar que Cleópatra também tinha isso, mas nao consigo me convencer de que seja algo normal.
Tenho vergonha de pedir ajuda para meu psicológo porque ele é homem....
Eu sei dos perigos que envolvem isso e não penso em beber de alguém que não seja um namorado... Pior que estou gostando tanto de ser solteira e vou acabar namorando por conta de um fetiche idiota.
Por fim. Uma vez me falaram que existem homens que conseguem gozar muito mais que o normal. Existe isso mesmo? 😳
submitted by SweetReference_ to sexualidade [link] [comments]


2020.11.11 03:19 Ofc_nathi Eu VS meu irmão mais velho

(Esse desabafo não é sobre rivalidade entre mim e meu irmão, e sim sobre a forma que minha mãe e meu padrasto nos trata diferente.)
Eu sempre fui super próxima à meu irmão... Sempre me baseei nele, sigo seus conselhos e etc. Meu irmão sempre manteve sua vida amorosa, suas peguetes e ficantes em segredo. Com excessão de mim, ele não contava sobre esse tipos de coisa P ninguém... Ao contrário de mim, que sempre conversei com a minha mãe, sempre contei sobre minhas paixonites, os meninos e meninas que eu ficava ou até msm, queria ficar. Meu irmão começou a ficar com uma menina que minha família não conhecia, e dps de alguns meses, ele foi sair c a mina, e eu e minha família fomos juntos (sem saber q ele ia encontrar a menina)... E foi assim q conhecemos a namorada dele. Comigo, desde sempre, minha mãe dizia que se eu fosse me envolver com alguém, essa pessoa tinha que ir em casa, conhecer a minha família é pedir permissão. Dps de 1 mês de namoro do meu irmão, eu comecei a praticar meus esportes e meus amigos me levavam em casa, toda noite. Minha mãe conheceu um amigo meu e me shippava com ele. Eu nunca havia pensado na possibilidade de ficar com ele, mas como minha mãe ficava matutando em cima de mim, eu comecei a olhar o menino c outros olhos, e dps de 1 mês conversando c o menino, eu chamei ele P sair (c a permissão da minha mãe) e ficamos (eu falei P minha mãe e P meu padrasto). Dps de 2 semanas ficando, oficializamos o namoro.
Com 1 ano de namoro, minha mãe nunca deu pitaco no relacionamento do meu irmão. Com 2 semanas namorando, minha mãe sempre se meteu no meu namoro, e dizia tudo q eu tinha q Flr P meu namorado. (Terminei c ele dps de 3 meses de namoro)
Isso foi em 2018...
Depois disso, minha mãe começou a ficar paranóica sempre q eu falo de alguém q eu fico.
À mais ou menos 1 mês atrás, eu fiquei com um cara em uma festa de família paterna, e contei P minha mãe. Até então, eu não pensava na possibilidade de ficar c esse cara Dnv, mas acabou rolando e EU CONTEI P MINHA MÃE. (Ela sempre me disse que eu tinha que contar as coisas P ela, pq ela nos contava as coisas dela. E se eu não contasse e ela descobrisse, ela ia ficar brava e chateada)
Eu continuo ficando c esse cara, sem esconder da minha família e da minha mãe. Porém, pra minha família paterna, tudo que eu faço, é por causa desse cara; mas eu sempre deixei claro PRA TODO MUNDO QUE EU CONHEÇO, QUE MINHA VIDA NÃO É MOVIDA A MACHO, OU À QUALQUER TIPO DE RELAÇÃO AMOROSA, pois eu sempre fiz as coisas pela minha cabeça. Falei pra minha mãe que minha tia havia me chamado pra dormir na casa dela, que por acaso, é perto de onde o cara q eu fico, mora. E ele vem todos os dias tomar café com a minha avó, que é na msm rua da casa da minha tia... Eu também venho passar o fim de tarde com a minha avó, pois antes, quando eu não vinha, todos os meus tios e tias, e minha avó me crucificavam. Minha mãe, de cara, me perguntou se eu ia vir por causa do mlk, e eu, puta da vida, disse q não... (eu não menti) e disse pra minha mãe que se eu viesse só por causa do Mlk, não tinha o porquê de eu esconder isso.
Vim pra casa da minha tia, falo com minha mãe e meu pai, todos os dias... E minha mãe me pergunta se eu falei com o menino, e eu digo q não fico falando por ele por telefone, até porque ele trabalha (e eu não tenho paciência P ficar conversando por telefone).
Hoje, eu na casa da minha avó, minha mãe me mandou msg, dizendo q queria conversar comigo, dizendo q meu padrasto disse q tem certeza que eu só vim pra cá por causa do mlk... Disse q eu nunca gostei de vir pra cá, etc. Eu disse que Sempre que eu tenho oportunidade, eu venho ficar com a minha tia, mas parece q ninguém, além do meu irmão, lembra disso. Eu fiquei totalmente magoada pelo q o meu padrasto falou e minha mãe concordou...
Se fosse o meu irmão, ninguém ia associar a ficante dele, com a visita à família; Por que q comigo tem que ter essa palhaçada? Por que eu sou mulher? Sempre argumentei contra o machismo e tenho que conviver com isso dentro de casa?
Eu havia dito pra minha mãe que o cara tinha me chamado pra sair, e ela disse q se eu saísse com ele, ela ia ir junto. Pra quê? Por que, com meu irmão nunca teve esse palhaçada, e comigo que sempre me abri, tem que ter? Eu tô exagerando em me sentir mal?
submitted by Ofc_nathi to desabafos [link] [comments]


2020.11.08 11:20 Sarvioor Eu tenho insegurança pra krlh

Eu atualmente estou namorando uma mulher muito foda, ela me ajuda com tudo, me deixa feliz, eu amo ela e ela me ama, só que o meu passado me deixa bastante inseguro e tals.
Minha namorada teve um problema com o ex dela que o fdp tirou a virgindade dela sem camisinha, e ele fez aquilo nela, ela disse que pediu pra ele parar e ele não parou, só de imaginar isso meu peito aperta, ela teve que tomar todos os medicamentos, falou tudo pra mãe dela e o FDP não disse nada pra dele pq tava com medinho, eu tbm ficaria mas assumiria a responsabilidade, ela até ficou um tempo com ele mas separou pq ele tinha traído ela, a gente começou a se conhecer logo dps que ela terminou com ele, eu só fui saber dessa história dps de um tempo conversando com ela. Eu sei que pode parecer drama de ex ou sla, mas até hj eu quero arrebenta esse cara, só pq ele não foi homem o suficiente pra assumir a responsabilidade, e aquilo ainda pode ser chamado de estrupo. Mas até agora já passou tudo, ela toma um anticoncepcional por isso mas já está se acostumando.
Até que chega a parte da minha insegurança, eu fui trocado em um namoro passado e isso me traumatizou até hj, eu tenho medo de ela começar a falar com outra pessoa e me trocar, até pq ela é do tipo que tem vários amigos homens, e isso me deixa bastante inseguro, eu não fico pegando o celular dela e essas coisas, ela sabe que eu tenho isso e fala que não vai me trocar, que se não quisesse ficar cmg não teria falado sim pro meu pedido de namoro, fala que me ama, e que não me trocaria por nada. Isso me acalma pra krlh mas a insegurança fica ainda, eu tenho medo de perder ela e meio que tenho pesadelos por isso, eu acordo chorando quando tenho esses pesadelos. Eu não sei oq fazer mais, eu amo ela e não quero perder ela, mas essa insegurança me mata muito, eu choro por medo de ela não me amar mais, de ela ter achado outro. A gente nem tem motivos msm, a gente fala sobre tudo, ela me apoia nos meus projetos ou no que eu conquisto, mas eu tenho esse medo ainda. E um dia desses o fdp começou a me seguir no Instagram, sei que parece coisa boba mas eu fiquei muito puto. Eu sou o antissocial e depressivo, tenho ansiedade dês dos 13 anos, tenho surtos de ansiedade do nada, não tenho muitos amigos, e ela foi a única pessoa no qual eu disse um eu te amo, ela me acolheu e cuida de mim, me faz rir e me faz parar de chorar. eu amo ela
Eu sei que eu sou dramático pra kct pode me zuar aikkkkkkk e minha escrita é uma merda kkkkkkkkk
submitted by Sarvioor to desabafos [link] [comments]


2020.11.06 22:38 Breaking5 Não existe mulher da minha idade solteira na minha cidade

Tenho 27 anos (acabei de fazer) e todas as mulheres que eu conheço (em qualquer lugar) na faixa de idade 25-29, ou são casadas, ou tão namorando sério pra caralho!
Moro em uma cidade de 50k de habitante, e só vejo mulher solteira ali no seus 20 ou mais velha, e eu queria algo perto da minha idade.
Queria arrumar algo sério, mas parece que não vou conseguir nunca.
vou ter que começar a tentar em cidades proximas, territorio aqui já tá todo tomado, tá foda. kkkk
to me sentindo tão velho.
submitted by Breaking5 to desabafos [link] [comments]


2020.11.05 19:25 Inside_Ad_5886 Preciso de uma opinião feminina

Marquei um encontro com minha ex e a gente se viu e ficou, foi muito bom, creio que pros dois ( ela tá namorando com um cara virtualmente, ela botou até em relacionamento sério ) uma mina que eu me relaciono ( nada sério ) começou a me ligar, ela viu, ágil normalmente, mandou eu atender, mas eu disse deixa tocar, e fiquei com ela...quando foi no dia seguinte mandei uma mensagem de bom dia, ela respondeu e já veio pedindo pra mandar áudio pra ver se era eu mesmo, dae mandei e ela mandou outro perguntando; "Me fala uma coisa vei como é o nome daquela menina que só tava te ligando ontem?" Respondi "Fulana porquê? Ela disse; "porque hoje apareceu uma mensagem de Oi de uma menina aqui" depois mandou uma foto de uma menina e falou "E essa n? Né, dae eu falei que não, depois perguntei a ela se ela vinha aqui na minha casa ela disse Vou n...tá doido! Tô longe de encrenca, ae eu falei que nem conhecia aquela menina que ela me mandou a foto, dae ela disse que não era só isso não, e eu perguntei e é porque então? E ela não me respondeu... alguma mulher pode me ajudar a entender? Kkkk
submitted by Inside_Ad_5886 to desabafos [link] [comments]


2020.10.30 15:26 overlyy Acho meu pênis estranho

Eu tenho 24 anos, ainda virgem. mas antes de falar sobre o título queria dar um pouco de contexto.
Eu sofri um pouco na minha adolescência, um pouco de bullying (que em parte acredito ter ajudado em algumas coisas) mas majoritariamente culpa de minha própria natureza reflexiva. Eu tinha um problema de auto estima grave, meu primeiro beijo foi um arrumado, as meninas q eu tinha interesse cagavam pra mim. Foi quando eu percebi q não era good looking e talvez tivesse que arrumar outras maneiras. Esse problema acabou sendo "resolvido" no meu terceiro ano do ensino médio, quando eu realizei a proeza de ficar com a menina mais caçada da turma (ela tinha acabado de terminar um relacionamento). O tempo passa e a gente começa a ficar sério, eu começo a enxergar q a hora vai chegar.
Nessa hora comecei a olhar pra baixo e achar estranho pra caralho o que eu tinha. Eu n acho pequeno (grower aprox 16cm) mas o formato em si que é estranho, curvado pra baixo com uma acentuação moderada e levemente pro lado. eu me questionei muito sobre possiveis problemas na hora da penetração e fiz alguns cálculos pra saber se seria peyronie. não era o caso. Eu estava bastante inseguro mas preferi conversar com ela sobre isso, fui bem sincero e contei tudo. Ela se mostrou compreensiva e falou q custava nada tentar, eu fiquei bem aliviado e senti que ja tinhamos bastante intimidade nesse ponto, apesar de que a gente n estava namorando todo mundo do colegio via a gente junto. Nessa época eu tinha viajado e tava a mais ou menos 2 semanas fora quando recebo uma mensagem do meu melhor amigo com um print dela dando em cima dele. Aquilo ali foi o mesmo de tomar um tiro de .50
Desde então eu tenho dificuldade de confiar em alguém o suficiente pra chegar no sexo, sinto que perdi o interesse em ter parceiras. Fui fazer faculdade fora do país e nesses ultimos 6 anos devo ter me relacionado (papo de ter beijado só e nunca mais falar) com umas 4 mulheres, das quais 3 que tiveram a iniciativa. Não sei se to lentamente virando assexual, se só perdi a paciência, se é trauma falando mais alto... talvez uma cirurgia estética ajude, mas n me vejo fazendo nem tão cedo.
submitted by overlyy to sexualidade [link] [comments]


2020.10.26 03:43 Maeve555 Bissexual frustrada

Esse ano eu me descobri bissexual, e no início eu tentei me aceitar logo de cara, mas eu não conseguia até pq eu ainda tinha a mente fechada pra essas coisas. Nesse tempo, eu tinha namorado e eu pensava " bom, sou bissexual mas n preciso contar isso a ngm, é só eu continuar namorando homens pra não ficar com mulher e não me assumir" (ss esse foi meu pensamento), mas depois eu fui entrando em comunidades lgbt pra conhecer um pouco sobre esse tema, e eu acabei abrindo minha mente, e foi daí q eu comecei a ter vontade de beijar mulheres, mas só isso que eu queria, sexo ou namoro ainda não estava entrando na minha cabeça. Agora eu venho sentindo muita atração por mulheres e quero muito ficar com uma, transar e ter um relacionamento sério com elas, só que eu nunca fiquei com mulheres na minha vida, eu me imagino beijando elas, mas as vezes penso em um momento com uma garota bonita, e ver ela ali pronta pra me beijar, e vem aquelo receito de beijar ela, ficar assustada e acabar correndo por nervosismo, mas claro, também penso que queria ter a minha primeira ficada com uma garota que eu gosto, e não uma qualquer. Vocês também tiveram esse pensamento ou já passaram por isso?
submitted by Maeve555 to arco_iris [link] [comments]


2020.10.16 17:45 saske2k20 (realcionamentos)Esse negócio de ghosting é bem chato!

Daí você conhece alguém legal fica com ela por uns 4/6 meses, nada sério, já que devido os afazeres não dá ainda,mas claro se vê toda semana, sai junto, quase é namoro(ou as vezes até vira) e nem percebe...
Depois do nada a pessoa já não te responde mais, já não mostra tanto interesse em se ver de novo, começa a inventar desculpas, daí você pergunta se tá namorando ou gostando de alguém, ela diz que tá sem ninguém, que está sem tempo, pergunta se ela não ta a fim é só dizer, ela diz que quer tá sim, mas só age de forma oposta.
Daí você resolve parar de falar também e deixar para lá e bem passa dias,semanas,meses e aquele contato acaba nem fazendo mais parte dos seus contatos.
Isso acontece com homens e mulheres, todo tempo, esses dias aconteceu comigo e fiquei refletindo pq a maioria das pessoas agem assim. Isso é uma merda!
submitted by saske2k20 to desabafos [link] [comments]


2020.10.14 22:09 milanigb Fiz merda e me arrependi

Eu estava namorando (Vamos chama-la de J) no carnaval, no entanto cometi o erro de ficar com outra mulher, era pra ser só uma ficada, porém fui para o apartamento dela e dormimos juntos, trocamos contatos e continuamos conversando. Saímos nas semanas seguintes e fui me apegando pela L (vou chama-la assim) . Duas semanas após ter conhecido a L terminei o namoro, porém não contei sobre a traição.
Um mês se passou e ela descobriu, a mãe da J me mandou um zap me xingando com um testo enorme, porém até ai tudo sobre controle. Continuei vivendo meu romance com a L.
No dia 29/04/2020 a L posta uma indireta pra mim no instagram, com palavras como Vacilo, traição, mentira e suas definições. Como eu queria estar bem com ela fui perguntar o que houve, e ela começou a me perguntar sobre minha sinceridade, e eu novamente menti e fingi que não namorava. Quando ela me contou que já sabia, meu mundo desabou, disse que se eu tivesse sido honesto quando ela me deu a segunda chance, poderiamos ter vivido algo depois daquilo, mas como não fiz isso não ia dar pra continuar.
Sofri por um tempo por ela, fiquei bem mal por cerca de um mês quando decidi olhar para frente. No entanto, mesmo conhecendo mulheres muito incríveis. Eu ainda sinto um pouco de falta dela

(História resumida)
submitted by milanigb to desabafos [link] [comments]


2020.10.14 19:38 igorgom3s Desabafei pro meu melhor amigo que gosto dele e pedi pra ficar com ele.. +18a

Eae galera entao, sou novo aqui e esse e meu primeiro post. Recentemente a uns 3 meses eu conheci um menino (q vamos chama-lo de J). Quando eu vi ele pela a primeira vez eu ja meio q gostei dele, e entao investi na amz pra la na frente tentar algo com ele. Só que oque eu nao poderia imaginar é que nossa amz cresceu mt rapido, e hj ele e como um irmao para mim um irmao mais novo q nunca tive. E minha mente ta uma bagunca de sentimentos.
Vou explicar um pouco sobre minha sexualidade. Eu nao consigo ainda saber oque sou, tipo gosto de mulheres, pretendo ter um relacionamento ao ponto de construir uma familia e talz... Mas tem vezes que gosto de meninos, mas nao qualquer um. Sou gordinho e sempre fui, e sempre que vejo um gordinho tipo eu eu acabo olhando de outra forma (tenho mais atracao por esse tipo de pessoa). ja tive relacoes com ambos. Mas nao me relaciono com a pessoa do mesmo sexo se nao conheco a pessoa ou se nao tenho o minimo de afinidade. Nao me vejo namorando uma pessoa do mesmo sexo, ao ponto de morar junto e viver junto. A nao ser que eu AMO de mais essa pessoa, que esta sendo o caso com esse J. Cara se alguem souber oq sou agradeco kkkkkkk.
Mas no decorrer da nossa amz eu me apaixonei por ele, pelo o seu jeito simples e humilde de ser, pela as suas brincadeiras... enfim. kkkkk Quando eu estou com ele eu me sinto o maximo, ele é meu porto seguro. Quando ele veio em casa a primeira vez, conversamos mt, zuamos junto e em um desses momentos ele sentou no meu pc e foi jogar um jogo... entao pedi para mecher no celular dele e sem querer querendo eu vi um nuds no cell dele e pronto. Fiz de tudo para pegar aquele nuds pra mim e deixar guardado. E fiquei pensando cmg mesmo se ele era.
No passar dos dias e semanas juntos a nossa amz foi crescendo rapido e cada vez mais, comecei a ficar com crises de ansiedade por ter medo de perde-lo, medo de perder nossa amz. Quando me dava essas crises eu ficava ruim, nao conseguia dormir e quando estava com ele ficava na bad, triste. Ele até tentava me ajuda conversando e me incentivando maaaas o medo era maior. Era uma inseguraca de nao ter mais ele. Sentei com ele e disse tudo q estava sentindo, disse q estava com medo de perder ele por saber oque ele significava pra mim, o quanto eu gostava dele como amg (nao disse q realmente gostava dele). Ele foi super amigo e disse para eu ficar tranquilo que nossa amz por parte dele nunca ia acabar pq eu tambem significava mt pra ele.
Com o passar do tempo isso uns 2 meses, tive momentos incriveis com ele, brigamos por coisas bestas, choravamos nas brigas, mas sempre se resolvendo. Mas foi crescendo dentro de mim um sentimento chato por assim dizer. Quase em todo os momentos junto com ele eu sempre me imaginava sendo algo alem de um amg, me imaginava tendo momentos quentes com ele. Não podia brincar com ele de lutinha q ficava com um Tzao do caralho ao ponto de ter que sair de perto pra ele não perceber. Mas não podia falar isso para ele por ter medo de perde-lo.
Um belo dia a noite dps de passar o dia inteiro com ele triste, resolvi abrir o jogo.. resolvi fala pra ele o pq que eu ficava triste do nada, ficava fechado. Disse tudo oque estava sentindo por ele e o quando ele mexe cmg. Mais uma vez ele foi super compreensivo e me disse que ele não curtia, disse que não ia rolar. Mas que me entendia, entendia q sentimento a gente não escolhe com quem vai ter. Também disse que nossa amz continuaria a mesma.
Comecei a gostar mais ainda dele, o jeito dele de ser, cara isso mexe cmg. A humildade dele a carisma, a inocencia dele, enfim. Hoje eu ja não tenho mais esse medo de perde-lo, medo da nossa amz acabar. Mas é eu pesar naquilo.. ou sonhar com aquilo... nos dois juntos. Fico mal, triste... meu dia acaba. Ontem acordei um caco, pra baixo, e fiquei o dia inteiro pensando em uma forma de falar pra ele que queria ficar com ele. Queria fala pra ele tentar pelo menos uma vez... dar uma chance.
Não consegui falar em palavras isso pra ele, entao escrevi um puta texto e mostrei pra ele no meu celular, disse pra ele ler até o fim e me dar a resposta. No texto eu dizia o quanto ele realmente mexe cmg e que tenho esses pensamentos e sonhos que acaba cmg. Pedi pra nos tentermos fazer algo.. relacionado a sexo, para que eu realmente enxergasse de vez oque sinto por ele, se e só tzao ou amor.
Ele leu o texto todo e me chamou pra conversar, disse novamente o quando eu significo pra ele e que ele não quer me perder, mas disse não a respeito do meu pedido. Disse novamente que não gostava que não tinha atracao e que me entendia. E bom mais uma vez eu to um lixo, pq eu realmente gosto dele realmente queria mt ter algo com ele seja so momentania... prazer... ou algo duradouro.
Desculpe pelo o jeito q escrevi... esta sendo tudo novo isso que estou passando com ele... essa explosão de sentimentos. Não quero perde-lo de jeito nenhum e não me vejo sem ele nos momentos felizes e tristes. Mas tambem não quero sobrecarregar nossa amz, não quero ficar mais triste cmg e na presenca dele... não quero que ele se canse cmg. Mas tambem não sei oque faco para tirar de vez esses pensamentos chatos q tenho.
obrigado por lerem ate aq. se quiser me ajuda com algo serei mt grato
submitted by igorgom3s to desabafos [link] [comments]


2020.10.14 02:49 Krahmukoslovisk Porque não sou feliz?? *aviso de texto enorme*

Sempre que começo a estabilizar ou estagnar sempre me surge um sentimento cruel, de que eu estou preso a algo ruim, que ficarei pra trás. Tenho um desejo incontrolado de sair e começar tudo do zero. Porém quando estou em um lugar novo sinto falta do conforto e do carinho, me fazendo querer desistir. Hoje estou fazendo mestrado, trabalhando em uma ótima clinica e mesmo assim sinto um vazio no peito, uma dor e uma angustia, seriam esses os sintomas tardios do termino? Da realização de um “fim”. Pois é, em 2017 voltando do meu intercambio dos estados unidos eu tive um relacionamento rápido coisa de 3 meses, terminei e pra mim foi tudo bem, não havia história e não havia amor verdadeiro. Alguns meses depois me veio a ruiva mais linda que eu já vi (apesar de não ser ruiva natural caia muito bem nela, e nem se podia notar), eu me apaixonei na hora, mas pensei “não sou cara pra namorar, não consigo me conectar’. Eu não podia estar mais enganado. Os primeiros meses foram difíceis, ela havia terminado um relacionamento que não tinha superado, não queria se envolver, muito menos eu, afinal estava na faculdade e queria curtir tudo na mais absoluta esbornia. Porém o cheiro, o carinho e aquele sorriso me quebrou de uma forma tão intensa que eu não quis acreditar, foram períodos de muita felicidade até o momento que tudo virou de cabeça pra baixo, terminamos pois estávamos muito estranhos e eu não entendi muito bem mas não tive objeção, só que algo não estava certo pra mim eu não conseguia esquecer ela.
Fui atrás e descobri da boca dela uma traição, e que ela estava sendo coagida, foi agredida e teve que sair de onde morava por causa do sujeito. Foi o momento 1 da minha mudança, pois sempre fui um cara que abominou traição e quando a pessoa trai uma vez vai trair de novo, só que eu não consegui, não consegui olha pra ela e dizer que não queria olhar pra ela nunca mais, porque eu queria ela do meu lado, então, foi quando eu deixei ela morar comigo, dividir a casa com quem me traiu e quebrou minha confiança, chorava toda noite, porém não conseguia mandar ela embora não estava certo pra mim, e que apesar do que ela fez pra mim, o que fizeram com ela foi pior, voltaram as amigas dela contra ela, as próprias meninas de republica não ajudaram ela nem mesmo na parte da agressão. Eu resolvi dar mais uma chance pra ela e ó Deus daria mais umas 20, porque depois disso não tive o que reclamar, sempre atenciosa, se preocupava comigo, fez questão de conquistar minha confiança pouco a pouco até eu pensar em casar com ela, porém veio o ponto da virada numero 2.
Final da minha faculdade estava passando por problemas com os professores, a ponto de quase ter que ir no ministério publico para resolver um conflito, meu TCC estava um caco e eu estava a um pingo de ser reprovado no meu ultimo semestre, e isso é claro refletiu no relacionamento, brigávamos sempre pois estava apático a tudo, só conseguia comer e jogar, ela (com toda razão) se sentia abandonada, e eu não sabia se queria continuar namorando pois tudo na minha vida estava triste. Terminamos novamente, me consultei com um psiquiatra que me passou medicações e tirei um tempo para ficar em casa, tive crises de pânico, mas quando as medicações começaram a fazer efeito eu consegui fazer tudo, e ela, mesmo depois de ter terminado continuou ao meu lado, me ajudando e segurando minha onda diversas vezes, e no final eu percebi que estava em um momento horrível e pedi para voltar, voltamos. Então se inicia 2019 (teve um salto grande eu sei) quando sai da cidade onde fazíamos faculdade e fui para vila velha e ela ficou lá, novamente as coisas começaram a ficar estranhas, ela é a definição de paixão pra mim, intensa, sem medo, faz o que o coração manda e passar por cima de tudo para fazer o que acha certo, e eu não, sou acomodado e fico sempre a mercê do que os outros fazem ou deixam eu fazer, sou passivo nas atitudes. A distancia era grande, eu tinha uma rotina pesada e não tinha tempo de conversar por mensagem, estava muito dedicado ao meu estagio e ela precisava de mim, precisava conversar e precisava do namorado dela ali do lado dela, então brigávamos constantemente, então novamente outro termino. Só que dessa vez fui tão cego que não vi o que ela estava passando, os problemas que tive de final de faculdade ela também teve, e eu egoísta que sou, não soube ver isso, e quando me toquei do que havia feito, tentei de alguma forma ajudar, mas ela não me atendia, e quando a gente se falava ela só sabia chorar, e eu tapado que sou não sabia o que fazer e como agir.
Então começa o ponto de virada 3, terminei o meu estagio, voltei pra casa e arrumei um emprego em um consultório veterinário perto de casa(interior do ES divisa com o RJ), e ela voltou pra cidade dela Pedro canário (norte do ES, divisa com a Bahia) estávamos terminados porem anos antes compramos um congresso de veterinária juntos e ela disse que mesmo que terminássemos ela ia disponibilizar a casa (o pai dela mora em Curitiba) dela para eu ficar. Foi chegando a data de ir e eu não sabia se aquilo estava valendo ou não, então quando menos esperava, depois de semanas sem se falar ela pergunta quando que vou, eu que nem tinha preparado nada, entrei em choque e comecei a ver data de voo, e na minha cabeça pensava “vou conquistar essa mulher de novo”, e como já dizia Rubel “se for preciso eu pego um barco e eu remo por 6 como peixe pra te ver”, ela ama Rubel. E fui, eu nunca tinha sido recebido tão friamente, era simplesmente era apática a tudo que era relacionado a mim, eu pensei “não vai dar” e já fui baixando a expectativa mas não desisti, e então em um belo dia a noite em casa, a gente ficou entre choros de saudade e tristeza, amor e ódio. Mais uma vez resolvemos tentar, sempre claro corrigir os erros do passado, para não se repetir. Ela fez comigo um teste de perseverança pois estava devastada com o que fiz com ela (deixar ela sozinha no fim da faculdade segurando uma barra desgraçada) Eu arrumei um estagio para ela numa indústria de laticínios na minha cidade e ela foi pra lá. Eu percebia que ela era muito grossa e sempre discutia por coisas bestas, eu sabia que era pra me testar, segui firme. Próximo do estagio acabar, meus pais (que aliás achavam que estávamos separados, na verdade só fingiam) perguntavam quando ela ia embora, e eu não sabia como tocar nesse assunto porque eu também não queria que ela fosse, queria ficar com ela, mas então em janeiro de 2020 ela foi embora, para Curitiba na casa do pai dela. E pra minha sorte o que houve em 2020? Pandemia, comércios fechados, aeroportos fechados, caos no mundo, e a única forma da gente estar junto e por whatsapp, e quem é o insensível que não consegue ser atencioso a distância? Eu mesmo e assim levamos por alguns meses, planejando nos ver em pleno a pandemia, mas eu não tinha dinheiro, recebia muito mal (menos que um salário mínimo) e pra ir ver ela teria que pegar dinheiro com meus pais, que com certeza não me emprestariam, então era sempre uma decepção porque ela sempre vinha com promoções de voos e formas da gente se ver, e eu sempre realista quanto a nossa situação, foi então que em junho desse ano ela me ligou terminando tudo.
Aceitei, foi uma conversa ate que longa, ficou muito claro nossos motivos, mas o principal foi a distância (eu não consigo ser eu mesmo por mensagem, não sei o que acontece, no dia eu só vou fazendo as coisas e depois que me toco de ver celular mas as vezes já e tarde). No mesmo mês fiz minha inscrição no mestrado em Vila Velha aonde havia estagiado meses antes, acabei passando, não recebo bolsa, e estou tendo que trabalhar para pagar o mestrado e as contas (quase 2500 reais no mês) até ter uma bolsa, se houver ela. Mês de setembro fiz plantão todos os finais de semana e terças-feiras, de segunda a sexta estava na rotina do Hospital para aprender a fazer coisas novas em anestesia e a noite aula. Foi um mês desgraçado, mas foi um mês que não senti falta dela, ai nesse ultimo feriado, alguns amigos me chamaram para ir para a praia em Guarapari (cidade próxima) pra gente da uma curtida, então eu fui, e realmente me diverti muito, e no domingo eu acabei ficando com a amiga da namorada de um amigo meu (complicado mas acho que deu pra entender) e nesse momento, meus amigos, só me vinha uma coisa na cabeça, a Ruiva. Eu só dei uns beijos nela e nada demais aconteceu mas no outro dia eu fui embora, porque não estava me sentindo bem com a situação, cheguei em casa triste, com uma dor no peito enorme, e acabei mandando mensagem para ela, conversamos de boa, falamos como estavam as coisas e então vem o momento da virada 4, a Ruiva, conversando com umas pessoas arrumou um emprego numa cidade pequena aqui no espirito santo, e essa cidade meus amigos, é 70 km de onde eu moro, e agora eu não consigo trabalhar, comer, estudar e nem fazer nada, só penso em ir lá e chegar dizendo que vim remando por 6 meses e só pude chegar agora. Porém meu medo é eu ser a pessoa que nunca está feliz, que quando está bom quer mudar e quando muda sente falta do conforto. Inegavelmente eu a amo, e ela me ama também (foi dito isso na conversa) mas tanto ela quanto eu sabemos que amor nunca segurou e nunca vai segurar relacionamento, fico me perguntando, com a possibilidade de ir vê-la a cada 15 dias e trabalhando pra me sustentar, podendo fazer planos de vida, se daria certo. Antes vivíamos em momentos diferentes, mas agora estamos vivendo no mesmo momento, trabalhando e sendo adultos que moram fora de casa. Meu coração e meu corpo doem de medo de ignorar o que todas as fibras dizem que é ir ver ela esse final de semana, mas ao mesmo tempo morro de medo de estar sendo o maior egoísta desse mundo e me deixar levar por esse sentimento e acabar descobrindo que não consigo mudar e que não da mesmo para estarmos juntos. Nunca fui muito religioso, mas já rezei para Deus para ter sucesso, para ter dinheiro pra pagar minhas contas, agora peço que ignore tudo e me uma luz para onde seguir.
submitted by Krahmukoslovisk to desabafos [link] [comments]


2020.10.07 06:01 contadescartavel12 vale a pena?

[aviso de textão]
Primeiramente boa noite a todos que se dispuseram a ler. Prazer, sou um rapaz de 20 anos que já perdeu o amor na vida a muito tempo.
Talvez eu tenha depressão desde os 13 anos ou antes, depois de tanto tempo já deixei de sentir tristeza profunda, agora todos os meus dias são só vazios e sem esperança. Durante a minha adolescência o que me mantinha de pé era me embriagar até desmaiar e um tempo mais tarde foi os alucinógenos que me davam alguma alegria, nunca fui viciado em nada disso, mas nunca fiz um uso consciente tanto do álcool quanto do LSD. A única certeza que eu tinha é que eu tinha que morrer antes dos 18, fui fraco, não foi por medo nem nada, eu sou ateu desde que me entendo por gente então a única coisa que eu tenho certeza na vida é que o suicídio é a porta de saída de toda essa merda, porém não o fiz, ainda não entendi o motivo disso.
Não sei como nem o porquê deixei eu chegar nesse estado em que me encontro, hoje me sinto mais sozinho que nunca, não existe ninguém nesse mundo em quem eu possa me apoiar, dai vem o questionamento do título: vale a pena viver uma vida sem esperança, sonhos e alegria?
Sobre família:
Durante muito tempo senti muito ódio dos meus pais e parentes, odeio eles com todas as minhas forças, mas hoje é mais um sentimento de desprezo. Meu pai foi ausente toda a minha vida, ele aparecia uma vez por semana completamente por obrigação social e para mostrar pros outros que ele ainda tinha o mínimo de ombridade, então ele sempre foi um nada pra mim. Minha mãe me teve de uma gravidez acidental e imagino eu ela tem na cabeça dela que eu tirei os anos de ouro da vida dela, então ela me odeia e o sentimento é recíproco. Nunca houve nada muito grave para odiar eles, mas mesmo assim tenho meus motivos e acho que não cabe aqui me apegar a muitos detalhes.
Sobre amigos:
Durante a escola eu sempre fui muito comunicativo com as pessoas, pelo menos na minha visão acredito que se perguntarem para qualquer colega das escolas que estudei vão falar que sou uma pessoa muito engraçada e legal de conversar, mesmo sendo essa pessoa agradável acho que posso ser considerado o "invisível". Eu acredito piamente que as pessoas gostavam de mim, mas ninguém lembrava de mim, sempre me convidavam por dó para fazer as coisas ou sair com os outros, nunca fiz parte de um grupo, sempre fui o excluído mesmo quanto tentava me enturmar mais. Eu podia conversar todo dia o dia todo com a pessoa e mesmo assim fora da escola eu nunca era mais que um colega. Hoje posso dizer que me restaram 2 "colegas" que não posso afirmar que continuaram a lembrarem de mim por muito tempo.
Sobre relacionamentos:
Já adianto que não estou nem perto do padrão de beleza, sou só uma pessoa nada demais. Nunca namorei nem mesmo fiquei serio com alguém, já fiquei com algumas meninas mas na muito além disso. Talvez eu possa ser considerado demissexual, mas não tenho certeza disso, por não me interessar por sexo e buscar a mulher certa para amar e ser amado, sempre fui chamado de "viado", o que fez um estrago muito grande na minha cabeça e na época me fazia perder completamente minha autoestima.
Nessa época no meio de tudo isso passando pela minha cabeça fui usado por uma menina que queria fazer vingança pro ex namorado dela que era um dos meus melhores amigos (só pra esclarecer, ela armou tudo, esperou eu ter bebido uma garrafa toda de destilado para poder ficar comigo e ter alguma prova pra esfregar na cara do ex dela. Ela fez isso com pelo menos mais 3 pessoas.). O resultado disso foi eu recebendo chantagem psicológica por alguns meses enquanto eu tinha que abaixar a cabeça pra essa pessoa. Isso mexeu muito comigo na época, eu sentia muita culpa e nojo de mim mesmo.
No mesmo ano que isso aconteceu eu me apaixonei por uma colega de classe do cursinho, ela me tirou completamente do fundo do posso que eu estava. Nós andávamos juntos o tempo todo, almoçamos juntos, assistíamos aulas juntos, enfim, eramos muito ligados. Chegou um ponto que todo dia vinha alguém perguntar pra mim se a gente estava namorando, eu não tinha nem ficado com ela, estava criando coragem e estava conseguindo superar os traumas do passado para pedir pra ficar com ela. Bom, depois de uma sexta-feira em que foi o dia perfeito de nós dois juntos decidi que segunda sem falta iria tomar coragem e pedir para ficar com ela. No grande dia, ela chaga na sala de aula, dou bom dia e ela senta bem longe de mim, depois desse dia nunca mais ouvi a voz dela. Toda vez que me aproximava ela fingia mexer no celular, se eu perguntava alguma coisa ela fingia que não ouvia, me senti mais uma vez um invisível. Imagine uma pessoa que você gosta e considera muito de um dia para o outro começar a te ignorar, chegou ao ponto de eu sentar na frente dela e dizer exatamente essas palavras "[nome], eu te fiz alguma coisa? Você tá estranha comigo esses dias, eu não sei se eu te chateei com alguma coisa, mas me desculpa do fundo do coração, conversa comigo o que aconteceu que eu prometo que vou consertar." bom ela só abaixou a cabeça e fingiu mexer no celular bloqueado enquanto eu falava e dizia que tava tudo normal e que ela não sabia do que eu tava falando.
Depois disso a vida voltou a não ter brilho de novo, fiquei os últimos meses do cursinho sentado no meu canto sem falar praticamente com ninguém,esse ano passei numa faculdade que vou ter que dar o que não tenho por 6 anos para me formar. Agora só preciso esperar a pandemia acabar para começar a faculdade, ou seja estou a quase um ano dentro de casa esperando e pensando muito sobre a vida... eu sei que tem gente com muito mais problema que eu, mas eu cheguei a conclusão que não vale mais a pena... acho que meu eu de 5 anos a traz tinha toda a razão...
submitted by contadescartavel12 to desabafos [link] [comments]


2020.09.24 07:40 yurizinho_de_merda Eu sou igoista?

To namorando faz 2 anos... Como um trisal o meu namorados sofre muitooooooo ele mora com a tia dele q chama o padrastro dele pra bater nele(até deixa ele quase morrer) trança ele no quarto e deixa ele sem comer e essas coisaa... Eu sempre ajudei ele em tudo... Tudo mesmo... Os amigos dele deixaram ele e tudo piorou... Agora ele ficou frio demais ele só fala "foda" "nossa" "a" e tipo... Eu sei q ele sofre muito mas eu tbm tenho meus problemas... Sou literalmente um menino trans e pan em uma familha de homofobicos racistas e machistas... Eu só me sinto confortavel falando com meus namorados... Um nem manda mensagem pra mim e o outro nao fala direito comigo, eu sei q ele sofreu muito quando eu falo muito é MUITO q nem sei explicar para vcs... Só q... Eu quero sentir amor tbm...ja falei pra ele q nao vou deixar ele mas porra mano nao é só ele q ta com o psicologico destruido... Eu tenho q apoiar meu namorados por morar com essa mulher q tenta matar(é serio) eles todos os dias ou se eu falo pra ele o quando to destruido e quero me mata... Eu ja deixei dicar pra ele q nao to aguentando mais viver... Mas ele nao percebe q eu sinto q se eu morrer ele vai se mata tbm...
submitted by yurizinho_de_merda to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 06:06 britojp QUANDO EU ACHO QUE ELE VAI PARAR, ELE CONTINUA

É isso, meu pai tá cada vez mais insuportável, ninguém aguenta, chega uma da manhã do bar mandando eu dormir, sendo que dormindo 2 da manhã, eu acordo cedo, e ele ainda acorda falando que eu não faço nada e já mandando eu encher as garrafas d'água, ainda xinga a gente todo dia, dps que eu olhei no app da carteira de trânsito e falei pra minha mãe que tinham duas multas na mesma avenida, ela falou pra ele e ele ficou bravo e falou que é porque ela sai pra bater perna e pra ficar namorando, sendo que é pra usar o banco 24 horas da padaria, e aquela avenida também tem lugar pra comer e outras agências, ela vai lá todo dia, sendo que quem traiu ela com mulher do bar foi ele, Jean, amigo da minha mãe da academia, chamou ela no portão pra eles irem. A noite ele já reclamou, sendo que o coitado é gay e ainda tá na faculdade, minha mãe tem 48 anos. Hoje mesmo, vou falar em frases pra resumir rápido, tava com o telefone da minha mãe e fui olhar a fatura do cartão no celular pq ela pediu, e tava lá a fatura vencida há 10 dias, e como ela não me escutou e investiu de forma errada o dinheiro que ela tinha, pediu dinheiro emprestado pra pagar a fatura amanhã, sendo que era só ele sacar e dar pra ela ou ir fazer uma transferência, SÓ. Aí dps ele começou a gritar feito um animal, empurrou minha mãe, e bateu a porta da marcenaria, o Loro, meu irmão, até voou do ombro da minha mãe (é um papagaio), isso gritando que ia fuder ele, que ia sujar o nome dele, sendo que sacar dinheiro ou transferir não suja nome, qualquer pessoa com senso sabe disso. Dps minha mãe fez eu ir com ele transferir pra conta dela, o banco do posto perto de casa não tá funcionando, o do outro posto tá dando "limite de saque excedido", dps a gente foi no shopping tentar lá, e pouca gente sabe mas a tela dos bancos 24 horas já é protegida contra isso, eu fiquei do lado dele, meio atrás, e a tela tava toda embaçada, e mesmo assim ele: "DÁ LICENÇA", aquela hora me deu vontade de ir no restaurante do shopping, pegar uma faca, e matar ele na frente de todo mundo, e semana passada eu fui com a minha vizinha no banco do posto pra sacar o auxílio dela, e um cara que tava atrás da gente, perguntou se eu ajudava ele a sacar pq ele não sabia, parecia ter menos de 25 anos, e eu ajudei normalmente, ele não ligou de eu estar na frente dele o ajudando, e ainda ele mesmo, me deu a senha pra colocar no caixa, um cara que nunca me viu na vida confiou mais em mim do que o desgraçado que diz ser meu pai, e ele já fez isso no mercado, deu uma olhada pra trás normalmente e minha cabeça voltou, dps no carro indo embora ele falou que eu tava olhando a senha do cartão dele, isso faz 2 anos, eu nem sabia passar cartão, só ajudava minha mãe a entrar no app do banco, nem isso eu sabia fazer direito ainda, e tudo é assim, briga sempre por causa de dinheiro ou quando minha mãe sai. Eles separaram faz de 6 a 8 meses, e aquele corno fala que vai sair de casa e não sai, ninguém mais aguenta ele, não vou mentir não, minha mãe não é 100% perfeita mas eu amo ela.
Se alguém quiser saber (oq eu duvido), eu sou homem, 13, minha mãe tem 48, e meu pai 55 anos. (Escrevi "pau" sem querer e o corretor corrigiu pra "pai", Graças a Deus). E desculpa pela história longa.
submitted by britojp to desabafos [link] [comments]


2020.09.16 02:56 fcost9 Há um ano atrás tudo era diferente.

Já parou para pensar como tudo muda de um ano para o outro?
Comigo não foi diferente, lembro exatamente de tudo do ano anterior. Estava vivendo um dos melhores anos da minha vida.
Estava namorando com a mulher que eu nunca senti tamanha paixão parecida, daquelas que você chora de felicidade e sem explicação, aquele relacionamento que você sentia tudo diferente ao estar com a pessoa, e que com o seu abraço você literalmente se desconectava e ia para longe. O relacionamento que todo cara gostaria de ter, literalmente assim como o Chorão do CBjr descreveu a mulher na letra de 'Ela vai voltar'.
Além do meu namoro, da família que pude conhecer por parte da minha ex, que por sinal todos me colheram super bem, e fiz deles a minha família também. Pois eu passava um final de semana inteiro com as suas presenças.
Eu tinha também um grupo de amigos com um projeto entre nós muito legal, todos eramos bem unidos. Planejávamos o futuro como crianças na espera do coelho da páscoa ou do papai noel, todos ansiosos por cada passo que poderíamos dar.
Por fora tudo estava fluindo da melhor maneira de todos os tempos, mas por dentro da minha cabeça uma guerra sem fim acontecia. Uma mistura de sentimentos sem respostas, atitudes sem motivos, coisas que eu fazia que após de muito tempo eu me perguntei 'por que eu tive essa atitude?' 'por que eu fiz tudo da maneira mais difícil?' 'por que eu não falei a verdade sobre o que eu fiz antes e preferi mentir?' 'por que eu me confortava com uma atitude que não correspondia com o que realmente aconteceu?'
E de um ano para cá sem procurar ajuda eu perdi tudo e estou recomeçando do zero, como se eu chegasse em uma cidade nova e não conhecesse ninguém ao meu redor.
Esse post é tanto um desabafo quanto um toque para quem esteja passando pelo mesmo problema, problema no qual você faz tal coisa e nem sabe porque fez aquilo. Por que você preferiu mentir do que dizer a verdade.
Portanto, por mais difícil que seja para você, quanto foi para mim acreditar que algo de errado esteja acontecendo, pare e pense, e não deixe para procurar ajuda depois, depois de perder tudo. Procure ajuda psicológica, se cuide, valorize-se e também valorize quem está ao seu redor. Ame, mas também se ame, se cuide e não cometam o mesmo erro que eu tive por teimosia minha ao achar que não era nada.
Não digam não ou mintam caso esteja tudo bem, pois no fim não está. E principalmente não recusem conselhos de quem sabe o que está acontecendo.
Sejam felizes e acima de tudo sejam psicologicamente saudáveis.
submitted by fcost9 to desabafos [link] [comments]